Loading...

quinta-feira, 24 de março de 2011

Nas mãos do Oleiro -Jeremias 18: 1-4


O vaso representa o homem e Deus representa o Oleiro, e Ele queria mostrar a Jeremias que Ele tem poder para fazer de nossas vidas o que bem quer, caso estejamos disponíveis em suas mãos.
Jeremias estava atento ao que o oleiro fazia, e estava a imaginar o que Deus queria lhe mostrar com aquela situação.
·        Há momentos em nossas vidas em que estamos como Jeremias, sabemos que Deus tem algo para nos ensinar diante das dificuldades que passamos.
O oleiro estava construindo um barro, mas chegou um tempo em que o barro precisou ser quebrado.
·        O homem foi criado por Deus, mas há momentos em que começam a aparecer feridas no homem da qual ele não sabe como lidar sozinho, vem a frustração com o próximo, vem a dor de ser abandonado ou rejeitado por um pai ou pelo cônjuge, vem a enfermidade, vem a auto-suficiencia, estas são rachaduras, feridas, que são criadas em nosso vaso, que um dia foi tão perfeito.
·        (Diante do Trono)
·        Estas rachaduras nos impedem de ver o Oleiro, nos impede de ter confiança em nosso próximo, achamos que porque fomos mal tratados pelos nossos pais terrenos, que nosso Pai Eterno é como nosso pai aqui, que Deus também não nos ama, achamos que porque temos uma enfermidade, Deus não nos ama. São bloqueios que temos e que está atrapalhando o mover de Deus em nossas vidas e até mesmo o mover das pessoas que estão do nosso lado, porque se fomos chamados para ganhar vidas, e estamos feridos, não poderemos tratar com as feridas do nosso próximo.
·        Chega um momento em que o barro precisa ser quebrado, para que o oleiro o refaça segundo o Seu querer, conforme o  que pareceu bem fazer (Jr 18:4).
·        O interessante é que quando estamos quebrados, sentimos dores, dores que parecem não ter fim, gritamos, esperneamos, gememos. Quando somos confrontados por Deus pelos nossos erros, quando descobrimos que estamos indo para o caminho contrário a Terra prometida porque não queremos tratar nossa feridas, porque não queremos perdoar aquele que um dia nos feriu, quando a vaidade, soberba e egoísmo toma conta de nossas vidas e é por isso que um dia fomos quebrados, mas é justamente estas coisas que não queremos deixar que nos farar permanecer quebrados nos chão, nos deixará paralisados, porque queremos sair com nossas rachaduras.
·        Nós pedimos a Deus para nos curar, mas quando somos quebrados e o confronto vem, queremos fugir.
·        Mas Deus hoje te diz que se você quiser permanecer com suas feridas, você irá permanecer no chão quebrado porque Ele não faz nada pela metade, Ele quer tirar suas rachaduras e fazer de você um vazo novo sem rachaduras, porque este vaso novo moldarão novos barros que estão rachados na sociedade, mas antes a igreja, o povo de Deus precisa ser quebrado.